quarta-feira, 5 de setembro de 2012

PALME II - INSOLVÊNCIA - 5 de Setembro de 2008


PALME II Comercialização de Cartões de Desconto, S.A. 

Declaração de Insolvência









_____________________________________


Insolvência da PALME II, S.A.

Declarada em 5 de Setembro de 2008

  • Processo: 1009/08.1TYLSB


No dia 5 de Setembro de 2008, no Tribunal do Comércio de Lisboa, 2.º Juízo de Lisboa, foi proferida sentença de declaração de insolvência do devedor:

Palme II - Comercialização de Cartões de Desconto, S.A.
NIF 503 364 908
Av.ª Almirante Gago Coutinho, 80
1749-044 Lisboa


São Administradores da devedora:

  • Vítor Melamed, Presidente do Conselho de Administração
  • Ilda Saraiva Barbosa Carvalho, Vogal do C.A.
  • Alexandre Melamed
 


Para  Administrador de Insolvência foi nomeado:

  • Dr. José Luís Caetano Marques


Diário da República N.º 187, Série II, de 2008-09-26
Anúncio n.º 5838/2008





_______________________________

Insolvência da PALME VIAGENS, S.A.

Declarada em 8 de Setembro de 2008
  • Processo: 1008/08.3TYLSB


No dia 8 de Setembro de 2011, no Tribunal de Comércio de Lisboa, no 4.º Juízo de Lisboa, foi proferida sentença de declaração de insolvência da devedora: 

Palme - Viagens e Turismo, S.A.
NIF 503 413 755
Av.ª Almirante Gago Coutinho, 80
1749-044 Lisboa


Diário da República n.º 187, Série II, de 2008-09-26
Anúncio n.º 5843/2008





____________________________


O "KEY CLUB", no dia 1 de Setembro de 2008, remeteu alegadamente uma carta aos seus Associados, cujo assunto era:

 «CARTÃO KEY CLUB»

 Novas Funcionalidades, Maior Flexibilidade, Mais Valor

Essa carta, porém, não foi assinada por qualquer representante legal da Palme II, S.A. designadamente pela Administração, constando simplesmente no fim do texto a expressão:
«Cartão KeyClub»

Será que agora "Cartão KeyClub" é uma assinatura?

Esta carta não contêm no seu corpo qualquer referência à Sede Social da PALME II, S.A.  ou à denominação social da empresa. A única pista que eventualmente nos permitiria "deduzir" que se tratava de uma carta da PALME II, S.A. seria o facto de conter no seu cabeçalho o logotipo da "KEY CLUB".

Essa carta, alegadamente remetida a TODOS os Sócios Key Club, pela PALME II, S.A.,  quatro dias antes da declaração de insolvência, referia o seguinte:


«Consciente de que só a promessa de melhores preços já não é suficiente,
o KEY CLUB acaba de dar o grande passo
para se afirmar como um produto "premier".

A partir de 15 de Setembro os portadores do Cartão KeyClub
passam a ter acesso a toda a vasta programação própria
e de outros operadores,
disponível na rede de 31 Agências próprias HALCON VIAGENS,
em condições absolutamente exclusivas e excecionais.

Acreditamos contribuir desta forma para a plena satisfação
de todos aqueles que aderiram ao Cartão KeyClub,
e comprometemo-nos em continuar a melhorar o produto,
acrescentando-lhe funcionalidades que o valorizem,
perpetuando a sua confiança.»
 



Mas, o que aconteceu realmente, no âmbito da situação de insolvência da PALME II, S.A., foi que FORAM SUPRIMIDAS diversas funcionalidades do Cartão Key Club, as quais tinham sido previamente contratualizadas!

Isto foi feito pela PALME II, S.A. sem avisar, de forma explícita, os Sócios Key Club.

A PALME II, S.A. não teve a preocupação em dar uma explicação clara aos Sócios Key Club, daquilo que pretendia fazer após a declaração de insolvência da empresa, a fim de os seus Associados terem a oportunidade de se pronunciarem a favor ou contra essas alterações.






Os Sócios Key Club não foram ouvidos!



1) Foi suprimida a Gestão do Programa Key Points;

2) O Cartão KEY CLUB MasterCard deixou de ter utilidade;

3) Foi cancelado o "Guia de Hóteis de Portugal" para os Sócios KeyClub;

4) Deixou de ser enviada aos Sócios a Newsletter do Key Club - a "KEY CLUB News";

5) Foi eliminada do website http://www.keyclub.pt/ a informação referente ao KEY CLUB Holidays e à Unidade Hoteleira do Key Club, sita no Algarve, empreendimento emblemático do «KEY CLUB» e designada como "Hotel Key Club", a qual era referenciada no "Manual de Descontos".

Mas, a Palme II, S.A. afirma que continua a cumprir TODAS AS OBRIGAÇÕES estabelecidas nos contratos "KEY CLUB".




*****

Apesar da situação de insolvência e da subsequente dispersão do Grupo KEY CLUB, a "Massa insolvente" de Palme II - Comercialização de Cartões de Desconto, S.A. continua a pretender cobrar aos Sócios do Key Club os valores das anuidades, referentes aos anos de 2008/2009, 2009/2010, 2010/2011 e agora de 2011/2012.
Assim, importa analisar objectivamente o teor da 24.ª Cláusula das Condições Gerais associada ao Cartão Key Club "Premium", para se compreender qual era a verdadeira finalidade das "anuidades".
 








ANUIDADES


«Será cobrada uma quantia (...)
Para suporte de despesas administrativas, nomeadamente com:


a) Atendimento permanente e personalizado ao Titular do Cartão Key Club "PREMIUM", em horário de expediente, de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 18h30;

b) Informação periódica ao Titular do Cartão Key Club "PREMIUM";
 

c) Distribuição de folhetos e outros documentos com interesse para o Titular do Cartão Key Club "PREMIUM";

d) Atualização periódica do Manual Informativo onde se discriminam os benefícios proporcionados pelo Cartão Key Club "PREMIUM", em bens e serviços;

 
e) Gestão do Programa Key Points;

f) Disponibilidade de um website de apoio aos aderentes do Contrato - http://www.keyclub.pt/;

g) Notícias atualizadas on line ou em suporte de papel, através do envio de Newsletters




Portanto, nos termos contratuais, os valores das anuidades destinavam-se ao suporte de DESPESAS ADMINISTRATIVAS inerentes aos serviços de informação mencionados nos 7 pontos supra citados: alíneas a) b) c) d) e) f) e g).





Assim sendo, pergunta-se:


·         Quem tem recebido informação periódica do "KEY CLUB"?

·         Quem tem recebido regularmente folhetos de interesse para os Sócios Key Club?

·         Quem tem recebido o "Manual Informativo" atualizado periodicamente?

·         Quem tem recebido informação atualizada da Gestão do Programa KEY POINTS?

·         Qual é o apoio que os Sócios recebem no website http://www.keyclub.pt/?

·         Quem tem recebido Notícias Atualizadas, por meio de Newsletters KEY CLUB?
 




Qual é a Verdade?


Provavelmente aqueles 7 pontos, à excepção das alínea a) e f), terão sido esquecidos pela PALME II, S.A., não se tendo mostrado disponível em dar explicações satisfatórias aos Sócios Key Club.

Verifica-se que os valores das "anuidades" destinavam-se especificamente ao suporte de despesas administrativas que envolviam o cumprimento daquilo que ficou estabelecido nas alíneas a) b) c) d) e) f) e g) dos Contratos "Key Club" Premium.

Se o "KEY CLUB" deixou de cumprir, na íntegra, as obrigações previstas na 24.ª Cláusula das "Condições Gerais" do Contrato de Associação Premium, que estipulava o pagamento das anuidades, deixou, consequentemente, de ter o direito de exigir o pagamento dos valores das anuidades que, como vimos, se destinavam ao suporte das despesas desses serviços, agora praticamente extintos. Não se pode exigir o pagamento de serviços administrativos que a PALME II, S.A. deixou de prestar, após a declaração de insolvência da empresa e a subsequente "reestruturação" ocorrida dentro do "KEY CLUB".
 



_____________________________

Palme II
Comercialização de Cartões de Desconto, S.A.


Anúncio n.º 5838/2008

Diário da República n.º 187, Série II, de 2008-09-26


2.º Juízo do Tribunal de Comércio de Lisboa

Declaração de insolvência

Processo n.º 1009/08.1TYLSB
 

____________________________

21 comentários:


  1. fui tb burlado...,
    vou a tribunal este mês, não me poderia ajudar, que tb retribuirei com todo o prazer?
    tel 912222509, jorkees@hotmail.com
    jorge coelho
    obrigado

    ResponderEliminar

  2. "O que mais me preocupa não é o grito dos violentos,
    dos corruptos,
    dos desonestos
    ou dos sem ética.

    O que mais me preocupa é o silêncio dos bons".

    ResponderEliminar

  3. CONSEQUÊNCIAS DA DECLARAÇÃO DE INSOLVÊNCIA
    DA PALME II

    - Receitas no ano de 2008 - 4.326.860 €

    - Receitas no ano de 2009 - 853.581 €


    "Nas projecções de receitas futuras
    efectuadas no Plano de Insolvência...
    foi considerada, duma forma mais acentuada essa erosão,
    pelas implicações de imagem pública da PALME II
    em situação de insolvência."

    Dr. José Luís Caetano Marques
    Administrador de Insolvência

    ResponderEliminar
  4. ANÚNCIO - INFORMAÇÃO

    KEY CLUB / PALME II

    Encerrou para balanço, por motivo de insolvência.

    Reabre, com nova Gerência, no ano de 2017.


    Até lá, a atividade da PALME II é só cobrar as anuidades...

    Afinal de contas, os otários dos sócios KeyClub
    ficaram reféns da PALME II por um período de 15 ANOS!

    ResponderEliminar

  5. FRAUDE NO GRUPO PALME /KEY CLUB

    São uns vigaristas. É bom que todos saibam que a KeyClub, pertencente ao Grupo Palme, faliu e deixou muitos clientes agarrados aos cartões de 4600 euros!

    Liliana Pereira

    ResponderEliminar

  6. O que foi feito ao nosso dinheiro que investimos na PALME II?

    Segundo os comentários feitos por muitos sócios do Key Club, MUITOS nunca usufruiram de qualquer serviço!

    Portanto, o Sócio investiu uma certa quantia no KEY CLUB, mas nunca deu qualquer tipo de "trabalho" ou despesa à empresa Palme II.

    Assim sendo, quem saiu a ganhar foi, sem qualquer dúvida, a empresa Palme II, S.A, porque recebeu esse dinheiro, constituindo uma receita para a mesma.

    Será que, segundo parece, foi feito um grande investimento no Hotel KEY CLUB Holidays e, no entanto, provavelmente essa Unidade Hoteleira nem sequer pertencia à PALME II?

    Todas estas questões não são afirmações, mas apenas dúvidas que subsistem àcerca das causas que levaram a PALME II, S.A. à sua actual situação de insolvência, após ter contraído uma multidão de dívidas.

    Se alguém tiver conhecimento dos factos que conduziram a Palme II à situação deinsolvência, esses esclarecimentos são bem vindos!

    ResponderEliminar
  7. A não comunicação da situação de insolvência aos sócios,
    é o mesmo que mascarar a burla.

    NUNCA PRESTARAM QUALQUER SERVIÇO, venderam gato por lebre.
    E continuam a dizer que cumprem o contrato, é fácil deduzir que se nunca cumpriram nada, logo continuam a cumprir com o não cumprimento.

    ResponderEliminar

  8. Desde o passado dia 12 que os funcionários da Palme Viagens estão dispensados de comparecer ao trabalho, até que seja decretada a insolvência da Palme Viagens pelo Tribunal do Comércio de Lisboa, o que deve ocorrer ainda esta semana, de acordo com a Administração do Grupo e do Administrador Judicial nomeado.

    Ao que o Publituris conseguiu apurar, a carteira de clientes foi entregue à Halcon Viagens.

    Em causa estão várias empresas do GRUPO PALME,
    como a Palme Cartões, a Palme Hotéis e a Palme Viagens.

    Recorde-se que a empresa,
    com sede na avenida Almirante Gago Coutinho, em Lisboa, iniciou a sua actividade em 1994.

    (PUBLITURIS On line)

    ResponderEliminar
  9. INSOLVÊNCIA DA PALME II


    O ano de 2005 foi a ocasião em que a PALME II atingiu o seu maior volume de receitas,
    vindo a partir dessa data a decrescer continuamente o volume de negócios.


    Volume de Negócios:

    2005 – 10.334.080 €
    2006 – 8.075.308 €
    2007 – 6.804.455 €
    2008 – 4.326.860 €



    A PALME II EM QUEDA LIVRE...

    Receitas Previstas:

    2009 – 853.581 €
    2010 – 836.680 €
    2011 – 777.276 €
    2012 – 550.000 €

    2013 – 474.320 €
    2014 – 436.991 €
    2015 – 403.561 €
    2016 – 363.004 €


    As receitas da PALME II caíram de 4.326.860 €
    (ano de 2008)
    para apenas 550.000 €...(ano de 2012).

    ResponderEliminar
  10. Este Administrador está virado para a defesa dos CREDORES da Palme II...

    Pouco ou nada quer saber acerca das queixas dos sócios do Key Club.

    Os sócios não contam, o que importa é liquidar as dívidas da Palme II.

    Se não estão satisfeitos com o Key Club, paguem a indemnização à Palme II para deixarem de ser sócios...
    é esta a mensagem do administrador de insolvência!

    ResponderEliminar
  11. Agora arranjaram uma nova forma de financiamento,
    EM VEZ DE VENDEREM CARTÕES "KEY CLUB",
    VENDEM ACORDOS
    à Porta dos Tribunais!

    ResponderEliminar
  12. É que mandar fazer as publicações para enviar informações ao sócios custa dinheiro, dinheiro esse que agora serve apenas para pagarem aos credores.

    Até o site www.keyclub.pt já está reportado como um site de malware.

    Tentem pesquisar no google por keyclub.pt e vão ver do que estou a falar.

    ResponderEliminar
  13. A IMAGEM PÚBLICA da PALME II
    em situação de insolvência
    não é nada boa...

    Provavelmente até a própria HALCON VIAGENS
    tem vergonha da imagem pública da PALME II
    visto que nas suas Agências
    não se encontra afixado o dístico autocolante
    para promover a marca "KEY CLUB"...

    Também não se vê na Loja Key Club / Agência Halcon
    qualquer folheto que anuncie a marca "KEY CLUB"...

    ResponderEliminar
  14. 31-12-2007 - CESSAÇÃO DE FUNÕES

    ALEXANDRE MELAMED, Vogal do Conselho de Administração

    Em 31 de Dezembro de 2007, Alexandre Melamed cessou funções como membro do Conselho de Administração da Palme II, S.A., por renúncia ao cargo.

    Foi residir para o RIO DE JANEIRO - BRASIL.

    Em Portugal ficou ainda o Dr. Vitor Melamed, na qualidade de administrador da PALME II em insolvência (administrador da devedora).

    ResponderEliminar

  15. NINGUÉM FOI INFORMADO DA INSOLVÊNCIA; NEM DE QUE HAVIA PRAZO PARA RECLAMAR CRÉDITOS; ISSO NÂO LHES CONVINHA; AS CARTAS QUE CHEGARAM DESDE 2008 AOS SÒCIOS; FORAM SÒ MENTIRAS

    TIVERAM O DESCARAMENTO DE ENVIAR SEM QUALQUER ASSINATURA A 1ª QUE RECEBI E DIZ " CARTÃO KEY CLUB_ NOVAS FUNCIONALIDADES_MAIOR FLEXIBILIDADE_MAIOR VALOR

    TRETAS, agora é só cartão keyclub, onde estão os OURO; PRATA;PRESTIGE E PREMIUM?

    MAIOR VALOR? O QUE VALEM ESTES CARTÕES HOJE É UMA BOSTA DE CAMELO, QUE SE LHES DEVE OFERECER NUMA CAIXINHA BEM DECORADA

    Continuam a mentir com quantos dentes têm, na mesma carta dizem que, "a partir de 15 de Set. os portadores do cartão passam a usufruir de um produto " premier", .....na rede de 31 agências da Halcon em condições absolutamente exclusivas e excecionais"(FILHOS DE UMA GRANDE P....)anunciam descontos de 7 e 10% e nos contratos e na publicidade que nos deram bem como na ensaboadela da maldita reunião, os descontos iam até 50% e o programa key points dava-nos essa oportunidade ou até ter viagens sem nada pagar usando apenas os pontos, ninguém esqueça isto nas audiências e oposições

    VEJAM COMO NOS BENEFICIARAM!

    ResponderEliminar

  16. FRAUDE NO GRUPO PALME

    São uns vigaristas. É bom que todos saibam que a KeyClub, pertencente ao Grupo Palme, faliu e deixou muitos clientes agarrados aos cartões de 4600 euros!

    Liliana Pereira

    ResponderEliminar
  17. PALME II - COMERCIALIZAÇÃO DE CARTÕES DE DESCONTO, S.A.


    Comissão de Credores:


    1 - CREDIBOM - Instituição Financeira, S.A.

    2 - ISS - Instituto de Segurança Social, IP

    3 - Millenium BCP

    4 - DGI

    5 - HAWORTH PORTGUAL, S.A.

    ResponderEliminar
  18. PALME II - COMERCIALIZAÇÃO DE CARTÕES DE DESCONTO, S.A.

    Pessoa Colectiva n.º 503364908


    "Apresentou-se à insolvência,
    alegando encontrar-se impossibilitada de cumprir
    as suas obrigações vencidas.

    Fundamentou-se no facto de se debater com
    dificuldades económicas desde 2006.



    Dificuldades essas relacionadas com:


    1 - Redução do número de vendas;

    2 - Indemnizações a Funcionários por rescisão de contratos;

    3 - Acumular de Rescisões de Contratos;

    4 - A Crise Económica;

    5 - Corte de financiamento por parte das Entidades Financeiras;



    TODOS ESTES FACTORES
    levaram a um acumular do passivo que ascende a
    € 3.961.265,45.

    ResponderEliminar
  19. Boa tarde,

    Também conheço a Keyclub pelos mesmo motivos que todos vós. Sei que existem muitas gafes a nível da justiça, mas será possível que esta empresa não terá que indemnizar todos os sócios lesados? Será que reabre, novamente em 2017 e, os sócios ficarão só com o prejuizo e sem nehuma compensação? Será que não deveríamos, todos os sócios, formar um grupo credor e na altura em que esta empresa entre novamente ao activo, cobrarmos o que nos é devido, por direito? Se for possível, a nível legal, podermos, mais tarde vir a ser ressarcidos, então vamos pôr mãos à obra e vamos mobilizar todos os lesados pela Keyclub.

    ResponderEliminar
  20. www.daniellestippmelamed.com

    ResponderEliminar
  21. "A Mentira Instaurada"

    PALME II - COMERCIALIZAÇÃO DE CARTÕES DE DESCONTO, S.A.
    - EM LIQUIDAÇÃO

    1. A redução do número de vendas;
    2. O reajustamento constante das equipas de vendas;
    3. As indemnizações aos funcionários por rescisões de contratos de trabalho;
    4. O acumular de rescisões de contratos com a CREDIBOM;
    5. Os sócios cada vez mais esclarecidos dos seus direitos;
    6. O apoio das entidades da Defesa do Consumidor;
    7. A crise económica;
    8. O corte do financiamento dos cartões "Key Club" por parte das Instituições Financeiras...

    "o acumular de situações de incumprimento"...
    conjugaram-se para inviabilizar a continuidade da PALME II.

    PALME II - EM LIQUIDAÇÃO

    PALME VIAGENS - EM LIQUIDAÇÃO

    PALME, SGPS - EM LIQUIDAÇÃO


    - LIQUIDAÇÃO TOTAL DAS EMPRESAS DO GRUPO "PALME"

    Alexandre Melamed foi viver para o Rio de Janeiro - Brasil.

    Danielle Stipp também se encontra no Rio de Janeiro.

    Em Portugal, encontra-se somente o Victor Melamed
    como LIQUIDATÁRIO das empresas com a denominação "PALME".

    Qual será o Destino?

    ResponderEliminar