sexta-feira, 19 de outubro de 2012

KEY CLUB - Reclamação - Sócio Key Club - Prestige



RECLAMAÇÃO




Venho pelo presente apresentar a seguinte Reclamação:
 
No dia 17-06-2005, fui contactado telefonicamente, tendo sido informado que teria ganho uma estadia de 3 noites no Algarve, Ilhas Canárias ou Rio de Janeiro. Para tal, teria apenas de me deslocar a um determinado Hotel, a fim de levantar o meu prémio.
Feliz por ter sido contemplado, fui levantar o meu prémio ao Hotel indicado. Para minha surpresa, deparei-me com uma secção de vendas de cartões de férias, que através de uma postura agressiva, assente no cansaço induzido nas pessoas e pelas ofertas muito aliciantes de preços muito baixos em estadias em locais paradisíacos.
Fui informado que para ter direito ao vale de oferta, teria de assinar um “contrato”, que consistia na aquisição de um “cartão de descontos”, no entanto, era apenas uma mera formalidade para ter direito ao vale, uma vez que poderia anular o tal “contrato” logo após gozar da minha oferta.
Passado alguns dias, recebo correspondência de uma empresa denominada “CREDIBOM”, da qual nunca tinha ouvido falar, com um plano de pagamentos de 48 prestações mensais. Fiquei estupefacto, e tentei de imediato contactar a KEY CLUB, que me informou, para meu espanto, que não podia anular o tal “contrato”, uma vez que já tinham passado os 14 dias para este efeito, contrariamente à informação que me fora transmitida aquando da aquisição.
Tentei por diversas vezes falar com alguém da KEY CLUB para tenta desfazer este mal entendido, tendo obtido sempre a mesma resposta: tinha de pagar o cartão “Key Club” de acordo com o Plano de Pagamentos. Inclusive, até expliquei a situação por escrito, solicitando a anulação do Contrato, tendo obtido resposta igualmente por escrito a negar o meu pedido.
Conformado com a situação, acabei por pagar na íntegra o tal “cartão”, na esperança de um dia ver o meu investimento recompensado através de bons descontos em férias.

*****

A partir de determinada altura (a partir de 2008), sem receber qualquer justificação para tal, deixei de receber catálogos, promoções ou qualquer folheto promocional da KEY CLUB.
No entanto, certo dia recebo uma carta a comunicar que estava a pagamento a anuidade do “cartão”. Uma vez que esta empresa não estava a prestar-me qualquer tipo de serviço, considerei que não havia nada a pagar da minha parte, uma vez que, repito, esta empresa deixou de prestar qualquer tipo de informação, a que se tinha comprometido.
Comecei a receber via telemóvel, SMS (?!) ameaçando que me penhoravam os bens se não pagasse, no prazo de 48 horas, as anuidades em atraso.

Mais recentemente, recebi uma carta de um Solicitador de Execução, ameaçando que caso não liquidasse as anuidades em falta, no prazo de 15 dias, teria os bens penhorados.
 Ora, como pode esta Empresa ameaçar com penhora de bens, por falta de pagamento de anuidades, quando foi ela que deixou de cumprir com as suas obrigações contratuais?
Como se não chegassem os contornos duvidosos em que me foi impingido o tal “Contrato”, ainda tenho de pagar “anuidades” por um serviço que não existe?
Contesto qualquer divida invocada pela KEY CLUB, e solicito de imediato a anulação do “Contrato”.
B.S.
Sócio "Key Club Prestige"
______________________________________________________________________

28 comentários:

  1. caladochico@gmail.com

    Por favor , quem puder tesetemunhar por mim contra o KeyClub no Tribunal da Maia sobre um caso idêntico ao que está em cima ficaria muito agradecido.

    O meu contacto de email está no início.

    Muito obrigado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eu disponibilizo-me a depor porque também devo vir a precisar, preciso que me indique onde é o seu julgamento e em que dia e hora para ver se posso, ES

      Eliminar
    2. Este que assina ES deve ser da PALME II. ATENÇÃO AOS LESADOS DA PALME II, ninguem se oferece como testemunha anonimamente.

      Eliminar
    3. Qual foi a leitura do acórdão?

      Eliminar
  2. estou fartinho desta gente, pelo que vi neste blogue, acho que se estao a juntar para fazer algo colectivo, como posso participar? luisferreira1970fev@gmail.com

    ResponderEliminar
  3. "PEDIMOS DESCULPA PELO INCÓMODO...!"

    São estas as palavras que nunca foram ditas
    pelos representantes legais da Palme II.

    O Presidende do Grupo KEY CLUB, Dr. Vítor Melamed,
    ou a Dr.ª Ilda Carvalho, Vogal do Conselho de Administração,
    após a declaração de situação de insolvência da Palme II
    nunca dirigiram qualquer palavra aos Sócios Key Club.

    O Sr. Alexandre Melamed, Vogal do Conselho de Administração, em 31 de Dezembro de 2007, abdicou da função que exercia e foi viver para o BRASIL.

    Assim, o Conselho de Administração da Palme II
    ficou reduzido apenas a dois elementos.


    Após isso, surgiu...

    "JOSÉ CAETANO MARQUES", Administrador de Insolvência, mas também nunca dirigiu um pedido de desculpas aos Sócios KEY CLUB.

    Fizeram todas as alterações "sem passar cartão" aos sócios,
    e agora ainda têm o descaramento em afirmar que os Sócios andam a arranjar "falsas razões" contra a Palme II.

    Agora mostram-se "muito ofendidos", escandalizados, por causa do "bom nome da Palme"? Então querem sacar mais algum dinheiro aos sócios KEY CLUB, sem haver lugar a uma efetiva Prestação de Serviços, tendo como unico pretexto que esses sócios assinaram, em tempos, uma folha de um "tal contrato", quando muitas vezes apenas existe uma cópia quase ilegível desse mesmo contrato!

    O orgulho do KEY CLUB não tem limites!

    ResponderEliminar
  4. "Se as circunstâncias em que as partes fundaram a decisão de contratar tiverem sofrido uma alteração anormal,
    tem a parte lesada direito à resolução do Contrato"


    A Palme II encontra-se em situação de insolvência
    desde Setembro de 2008,
    prevendo manter-se nesta situação até ao ano de 2016...

    As circustâncias em que os sócios celebraram os contratos
    sofreram uma alteração anormal!

    ResponderEliminar
  5. 31-12-2007 - CESSAÇÃO DE FUNÕES

    ALEXANDRE MELAMED, Vogal do Conselho de Administração


    Em 31 de Dezembro de 2007, Alexandre Melamed cessou funções como membro do Conselho de Administração da Palme II, S.A., por renúncia ao cargo.

    Foi residir para o RIO DE JANEIRO - BRASIL...

    EM PORTUGAL, ficou o Dr. Vitor Melamed, administrador da PALME II em insolvência (administrador da devedora).


    Em 2008, a Palme II entrou em situação de INSOLVÊNCIA!

    O Sr. Alexandre Melamed abandonou "o barco" mesmo a tempo...

    Antes da Queda do GRUPO KEY CLUB!


    ResponderEliminar
  6. EU QUERIA MOSTRAR A MINHA INDIGNAÇAO E REVOLTA POR ESTAS SEGUINTES EMPRESAS:-KEY CLUB
    -PALM II
    FOMOS ABORDADOS ATRAVES VIA TELEFONE COM UMA SUPOSTA ESTADIA NO ALGARVE NUM HOTEL DE 5 ESTRELAS, QUE SUPOSTAMENTE ME SERIA PREMIADO DEPOIS DE LARGAS HORAS EM CONVERSAÇOES MANDARAM NOS ASSINAR UM DOCUMENTO QUE SERIA SO PARA CONFIRMAR AS VIAGENS.MAIS TARDE,POR VOLTA DE SEIS ANOS FOMOS PEDIR UM EMPRESTIMO PARA COMPRAR UM CARRO ONDE SOUBEMOS QUE TINHA MOS UMA DIVIDA NO BANCO DE PORTUGAL NO VALOR DE QUATRO MIL E QUINHENTOS EUROS,DIVIDA ESSA QUE TINHAMOS PARA COM A CREDORA CREDIBOM RELATIVAMENTE A ESSA DITA VIAGEM QUE NUNCA EXISTIU . O CASO ATUAL ESTA QUE NOS FOI PENHORADO O VALOR DE SEIS MIL E VINTE E SETE EUROS PARA ALEM DO QUE VAI DO MEU SALARIO MINIMO ACIMA.
    TENHO DOIS FILHOS MENORES O MEU MARIDO ESTA DESEMPREGADO AGRADECEMOS ALGUMA INFORMAÇAO QUE NOS POSSA SER PRESTADA.

    ESSA ADMINISTRAÇAO SE SE PODE CHAMAR ASSIM SERA MAIS UM GRUPO DE LADROES E VIGARISTAS .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,

      Compreendo a sua indignação e revolta em relação à Palme II (Key Club).

      A abordagem de que foi alvo é típica destas empresas vendedoras de "cartões de férias", tipo PALME, INTERPASS, etc.

      Quanto às suas questões, tendo em consideração que o valor da penhoha é superior a 5.000,00 € (6.027,00 €) na eventualidade de querer deduzir Oposição à Execução/Penhora é obrigatório a constituição de um mandatário (advogado/a).

      Após receber a Citação e o Auto de Penhora, dispõe de 20 dias para deuzir oposição no Tribunal competente.

      Se, após isso, receber alguma notificação do Agente de Execução a dar a execução por extinta, é necessário entregar novo Requerimento no Tribunal competente a informar que não concorda com tal decisão.

      A Taxa de Justiça a pagar para deduzir oposição é de 325,00 €, mas no seu caso poderá solicitar apoio judiciário junto da Segurança Social da sua área de residência.

      João Pereira

      Eliminar
  7. Para que a possamos ajudar precisamos do seu e-mail de contacto e contrato com a Massa Insolvente ES

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. BOA NOITE ANTES DEMAIS OBRIGADO PELA RESPOSTA QUERIA DIZER QUE O BANCO QUE CEDEU O CREDITO FOI A CREDIBOM E O AGENTE DE EXECUÇAO Abigail Moreira.O NOSSO CASO JA ESTA POR VOLTA DE SETE MIL E QUINHENTOS EUROS (7.500)ENTRE SALARIOS E MENSALIDADES E CONTA BANCARIA SENDO QUE DA CONTA BANCARIA FORAM SEIS MIL E VINTE E SETE EUROS(6027)SENDO QUE A PENHORA BANCARIA FOI FEITA A 16-09-2012 SERA QUE AINDA PODEMOS RECORRER DA PENHORA OU SENDO QUE NAO FIZEMOS A VIAGEM PODEMOS RECORRER SOBRE ISSO ?
      SENDO AQUE AINDA NAO ESTA PAGO NA TOTALIDADE POIS FOI NOS DITO PELO AGENTE DE EXECUÇAO QUE NOS FALTAVAM 300 EUROS DITO VERBALMENTE JA QUE NAO NOS FOI ENVIADO NADA POR ESCRITO SOMOS UM AGREGADO FAMILIAR COM 4 PESSOAS 2 MENORES E TEMOS UM RENDIMENTO MENSAL DE 650 EUROS .
      OBRIGADO AGRADECEMOS A SUA AJUDA .
      SE HOUVER ALGEM QUE TENHA IDEIAS EM FAZER ALGO CONTRA ESSES VIGARISTA PONHA NOS NA LISTA

      E-MAIL:Celestepinto_2879@hotmail.com
      obrigado

      Eliminar
    2. O MEU NUMERO DE TELEFONE E O:915984924
      E-MAIL:Celestepinto_2879@hotmail.com
      MASSA ENSOLVENTE DE KEY CLUB (PALMII)

      Eliminar
  8. I- Relatório
    Massa Insolvente de Palme II – Comercialização de Cartões de Desconto, S.A., com o NIF nº 503 364 908, com sede no Campo Grande, n.º 28, 3.º C, Lisboa, apresentou um requerimento de injunção contra Maria Manuela Graça Vieira, residente, Montenegro, Faro, solicitando que esta fosse notificada para lhe pagar a quantia de € 522,55 (três mil trezentos e quarenta e oito e dois cêntimos) sendo € 314,50 correspondente a dívida de capital, acrescida de € 50,80 de juros de mora e € 157,25 pela penalização devida.
    V. DECISÃO
    Pelo expendido, o Tribunal decide:
    Julgar totalmente procedente, por provada, a presente acção, e em consequência:
    a) Condena a Ré Maria Manuela Graça Vieira no pagamento à Autora Massa Insolvente de Palme II – Comercialização de Cartões de Desconto, S.A., da quantia de € 314,50, (trezentos e catorze euros e cinquenta cêntimos), acrescida de juros moratórios vencidos e vincendos à taxa de juros civis em vigor, desde 15 de Novembro de 2006, 15 de Novembro de 2007, 15 de Novembro de 2008 e 15 de Novembro de 2009, relativa e respectivamente a cada uma das anuidades no valor de € 78,625, até efectivo e integral pagamento;
    b) Condena a Ré no pagamento à Autora da quantia de € 157,25 (cento e cinquenta e sete euros e vinte e cinco cêntimos), a título de cláusula penal.
    *
    Custas a cargo da Ré (cfr. artigo 446.º, n.º 1 e 2 do Código de Processo Civil).
    *
    Registe e notifique.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. € 522,55 (três mil trezentos e quarenta e oito e dois cêntimos)...

      Ou foi o Tribunal de Faro que SE ENGANOU...

      ou então foi este merdoso "anónimo" que não sabe fazer mais nada do que colocar "meias-sentenças" para intimidar os Sócios Key Club! Hipócrita! JP

      Eliminar
    2. Governo substitui gestores das Estradas de Portugal após Caso Lusoponte

      O Governo vai substituir os gestores das Estradas de Portugal. Uma demissão antecipada pela polémica criada com o duplo pagamento das Portagens na ponte 25 de Abril à Lusoponte. Para o ministro Miguel Relvas o orçamento das Estradas de Portugal é uma "verdadeira ruína para o país".

      Eliminar
    3. PORQUE MOTIVO A PALME II NÃO INFORMOU OS SÓCIOS,
      POR ESCRITO, DA MUDANÇA DA SEDE SOCIAL (KEY CLUB) NO MÊS DE MARÇO DE 2009?

      RECLAMAM DOS SÓCIOS QUE NÃO INFORMARAM O KEY CLUB DA SUA NOVA MORADA...
      MAS A PALME II FEZ O MESMO!!!

      O DESCARAMENTO NÃO TEM LIMITES.

      Eliminar

  9. PORQUE MOTIVO A PALME II NÃO INFORMOU OS SÓCIOS,
    POR ESCRITO, DA MUDANÇA DA SEDE SOCIAL (KEY CLUB)
    NO MÊS DE MARÇO DE 2009?

    RECLAMAM DOS SÓCIOS QUE NÃO INFORMARAM O KEY CLUB
    DA SUA NOVA MORADA, MAS A PALME II FEZ O MESMO!!!

    O DESCARAMENTO NÃO TEM LIMITES.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que não informou, nem de outra morada, nem de insolvência, nem do valor da MER.....do cartão, nem de nada mais, revistas e outra publicidade, isso? nem pensar! pois tinham que gastar dinheiro e esta gente só quer é ROUBAR, todos percebemos isto, mas infelizmente só no tribunal o assunto se resolve. È ASSIM, QUEM AS SABE FAZER, ÁS VEZES ATÈ SE SAFA MUITO BEM,no inicio safavam-se melhor, mas com a divulgação desta história sempre repetida, muitos tribunais têm compreendido a situação dos lesados e lixam-se.

      Eliminar
  10. TRIBUNAL DO COMÉRCIO DE LISBOA

    "Resulta evidente que a PALME II
    se encontra impossibilitada de cumprir
    as suas obrigações vencidas
    e que, de facto, não as vem cumprindo,
    situação irreversível dado que há CINCO ANOS que
    a Sociedade não exerce qualquer actividade."

    ResponderEliminar
  11. PALME II - COMERCIALIZAÇÃO DE CARTÕES DE DESCONTO, S.A.
    - EM LIQUIDAÇÃO


    Comissão de Credores:


    1 - CREDIBOM - Instituição Financeira, S.A.

    2 - ISS - Instituto de Segurança Social, IP

    3 - Millenium BCP

    4 - DGI

    5 - HAWORTH PORTUGAL, S.A.

    ResponderEliminar
  12. estes intrusos sao uns ladroes pois tb tou na mesma situaçao... so apresentam anuidades e mais anuidades para pagar sao ladroes é isso q eles sao e ainda por cima senao lhes pagamos vao em cima dos ordenados ou fazem ou tipo de penhoras por ajudem me a mandar estes gajos para a cadeia q é o q eles merecem, pois eu vou definitivamente fazer isso...

    ResponderEliminar
  13. O ADMINISTRADOR já levou na fuça com a decisão de um tribunal onde apresentou queixa POR difamação pois fez isso com algumas pessoas que disseram verdades na net. queria roubar agora largos milhares a cada um de uma só vez, mas lixou-se com a decisão clara de que não tem competência para tal e vai lixar-se ainda mais

    ResponderEliminar
  14. Mas que notícia bombástica.
    Era bom que aqui se compilasse a acta da decisão, para que um certo anónimo que de vez em quando vem ao blog colocar um caso ou outro que raramente perdeu em tribunal, sim, porque esse anónimo deve saber tb dos casos que ganham, mas não publica. Agora era bom colocar esta acta para esse anónimo saber que afinal a justiça pode tardar mas devemos acreditar que não falha. Por isso devemos acreditar QUE O FEITIÇO VAI VIRAR CONTRA O FEITICEIRO E PARABÉNS AOS VALENTES QUE AQUI SE TÊM DEBATIDO PARA PROVAR A VERDADE DO INCUMPRIMENTO DE UMA EMPRESA QUE SABENDO-SE INCUMPRIDORA SACA DINHEIRO A QUEM TEVE O AZAR DE SER ALICIADO POR DESCONTOS FANTÁSTICOS E AGORA TEM UMA CARGA ÁS COSTAS por ter feito uma assinatura, FORÇA AOS RESISTENTES AINDA SE PROVARÀ MUITA VERDADE.

    ResponderEliminar
  15. LIQUIDAÇÃO TOTOAL DO GRUPO PALME

    ***** KEY CLUB *****

    PALME II - EM LIQUIDAÇÃO

    PALME - VIAGENS E TURISMO - EM LIQUIDAÇÃO

    PALME - SGPS - EM LIQUIDAÇÃO

    PALME - HOTÉIS - EM INSOLVÊNCIA


    * Este é o ponto da situação das empresas do Grupo Key Club, presididas pelo Dr. Vítor Melamed.

    ResponderEliminar
  16. estamos em 2017 alguém sabe da situação destes casos recentemente visto estar metido nele...

    ResponderEliminar